Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Esportes, Viagens, Kart
MSN -



Histórico


UOL
Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Warm UP/Grande Prêmio
 Blig do Gomes
 Tazio
 Laje de Imprensa - Bruno Vicaria
 Blog do Ico
 A Mil por Hora - Rodrigo Mattar
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Voando Baixo - Rafael Lopes
 Fórmula Grün
 Saco de Batatas - Gabriel
 Pandini GP
 Tudo 1 Pouco - Rubens Alves Jr.
 Blog do Fred Sabino
 Blog Saque e Voleio - Alexandre Cossenza


 
 
Num Sei Que Lá


Lá como cá


Dois patinhos na pista

Uma das principais preocupações em relação à São Paulo Indy 300, prova de abertura da temporada 2010 da Fórmula Indy que vai acontecer no dia 14 de março na capital paulista, tem sido em torno das fortes chuvas que vêm desabando em território paulistano.

A foto acima foi tirada nesta quarta-feira durantes os treinos de pré-temporada da Fórmula 1 em Jerez de la Frontera, na Espanha. Pelo que me parece, a parte cinza é uma barreira de pneus. O que significa que esta foto foi tirada em um trecho muito próximo à pista, que em momento nenhum teve as ações prejudicadas em virtude da chuva.

Se lá é assim, por que aqui seria diferente?



Escrito por Léo às 01h15
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



O império contra-ataca

A Mercedes Grand Prix é a sucessora da Brawn GP. Portanto, os carros outrora brancos e amarelos fosforecentes guiados por Rubens Barrichello e Jenson Button, agora são prateados com detalhes pretos conduzidos por Nico Rosberg e Michael Schumacher.

Nesta quarta-feira (10), o time chefiado por Ross Brawn fez o melhor tempo com o jovem alemão no circuito espanhol de Jerez de la Frontera.

O Império Prateado, com o General Brawn e o Imperador Schumacher, parece ter começado a dar o troco no Império de Maranello, que dominou as primeiras sessões em Valência, na semana passada.

Será que os dois impérios vão polarizar a disputa, ou Red Bull, McLaren e alguma outra equipe ainda tem como ameaçar o domínio de Mercedes e Ferrari?



Escrito por Léo às 00h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Suspeito


Falta pouco ou alguma coisa está pequena?

No primeiro dia de treinos de pré-temporada em Jerez de la Frontera, na Espanha, os fotógrafos flagraram o italiano Vitantonio Liuzzi fazendo o gesto acima.

O sinal, um tanto quanto suspeito, seria para dizer o quê?



Escrito por Léo às 11h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Ela voltou


Esta é a visão que as outras equipes tiveram da Ferrari em Valência

A Ferrari terminou os três primeiros dias de testes coletivos no Circuito Ricardo Tormo, em Valência, na Espanha, invicta.

Nos dois primeiros dias, Felipe Massa não tomou conhecimento dos rivais sendo o mais veloz nas duas oportunidades. Na última data, Fernando Alonso estreou pelo time vermelho e foi ainda mais rápido que o brasileiro, que vai para a sua quinta temporada seguida na equipe.

Depois de um ano desastroso, a escudaria de Maranello mostra que deu a volta por cima e aparece como favorita ao título de 2010. Se bem que a Red Bull, melhor conjunto da temporada passada, ainda não lançou seu carro.

Continuamos aguardando.



Escrito por Léo às 01h33
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Eles voltaram


Apesar da cara não mito animada, Felipe Massa não tem motivos para se preocupar neste começo de ano

Depois de um ano conturbado e acidentado, Felipe Massa e a Ferrari parecem estar se reerguendo nesta pré-temporada.

Nos dois primeiros dias de atividade no Circuito Ricardo Tormo, em Valência, na Espanha, o brasileiro foi o mais rápido. Estes foram os primeiros treinos de Massa com outros pilotos na pista depois de seu acidente na classificação para o GP da Hungria, em julho de 2009.

Na segunda-feira o piloto da Ferrari marcou o tempo de 1m12s574, já nesta terça-feira a passagem mais veloz foi com a marca de 1m11s722.

Fernando Alonso assume o F10 na quarta-feira, em seu primeiro teste com a equipe de Maranello.

Felipe demonstra que está mais do que recuperado do acidente e a Ferrari mostra que o ano passado foi um ponto fora da curva. Melhor para o Mundial.



Escrito por Léo às 23h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Ele voltou


A cor do carro é outra, mas o capacete continua o mesmo

Nesta segunda-feira, 1º de fevereiro de 2010, Michael Schumacher retornou às pistas como piloto de Fórmula 1. Foi durante o primeiro treino coletivo, no circuito Ricardo Torno, em Valência, na Espanha, visando a temporada deste ano.

O alemão terminou o dia em terceiro com o tempo de 1m12s947. Felipe Massa foi o primeiro com 1m12s574.

Nada mau para quem se aposentou no fim de 2006 e está voltando pouco mais de três anos depois. O cara vai dar trabalho.



Escrito por Léo às 01h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



2009 terminou muito bem! 2010 promete!


Grande presente de Natal, adiantado. Que seja apenas o primeiro de muitos!

No fim do ano passado, mais precisamente no dia 21 de dezembro, rolou o tradicional evento de fim de ano do Tony Kanaan. Depois de fazer durante três anos um almoço para a imprensa no restaurante Spazio - de comida italiana, muito bom, localizado no bairro do Itaim Bibi, em São Paulo - com o objetivo de estreitar sua relação com os jornalistas, o campeão da Fórmula Indy de 2004, resolveu mudar em 2009. Foi o primeiro ano em que foi realiza o "Kanaan Kart".

O evento aconteceu no Kartódromo da Granja Viana e teve o seguinte regulamento. Duas baterias classificatórias, cada uma com cerca de 25 jornalistas, nas quais osdez primeiros de cada uma passavam para a bateria decisiva. Na "final", os cinco primeiros se classificavam para um duelo de volta lançada.

Participei da segunda bateria, larguei na pole e ganhei depois de umas trocas de posição com o fotógrafo e amigo Luca Bassani. Na segunda metade da prova ainda contei com a ajuda de ninguem enos do que do "Nariz", como o Tony é conhecido entre a galera do automobilismo (não sei porquê. Rs), que ficou me empurrando. No kart rola muito isso, quando um piloto está mais rápido do que da frente, ele encosta na traseira e ajuda o primeiro a ir mais rápido.

Primeiro objetivo conquistado. Estava na bateria decisiva. Nesta, peguei um kart sofrível e depois de andar boa parte da corrida em sétimo, consegui ganhar algumas posições no fim da corrida e cheguei em quarto, passando para a disputa de volta lançada junto com os amigos Bruno Terena, Guto Oliveira, Luca Bassani e Bruno Vicaria.

No duelo para ver quem seria o mais rápido em uma única volta, consegui fazer uma volta quase perfeita e marcar o tempo de 1min01s330, 0s120 mais rápido que o Terena, e 0s5 mais rápido que o terceiro. Com isso, faturei o prêmio principal, que era o casco do Tony, que, na minha modesta opinião, tem uma das pinturas mais bonitas.

O cara ainda postou no blog dele, mas escreveu meu nome errado. Brilhante! Até porque, meu nome nem é o mesmo do filho dele!

Assim foi meu fim de ano. 2010 já começou, duas semanas depois, mas com projetos bem legais rolando! 'Vamo que vamo'!!!



Escrito por Léo às 10h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Bem-vindo Rio 2016! Adeus Jacarepaguá





Jacarepaguá antigamente (foto de cima) e como vai ficar para os Jogos Olímpicos de 2016

Minha primeira reação a escolha do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016 foi de pesar. Pesar, pois isso significa que o esporte que eu mais gosto, o automobilismo, deixará de existir na cidade que eu mais amo.

Isso começou a acontecer em 2005, quando foram contruídos o Parque Aquático e o Velódromo para o Panamericano de 2007. As obras mutilaram o circuito de Jacarepaguá e todo o setor norte do traçado ficou impossibilitado de ser usado para qualquer tipo de prova. Pelo que vi dos projetos para os Jogos Olímpicos, o Autódromo Internacional Nelson Piquet transformar-se-á, entre outras coisas, no "Centro Olímpico de Tênis", e, com isso, o automobilismo carioca morrerá de vez!

É triste ver o descaso das autoridades com a história do esporte brasileiro. Jacarepaguá foi palco de dez Grande Premios do Brasil de Fórmula 1, entre 78 e 89. Isso sem contar com as provas do Mundial de Motovelocidade, Fórmula Indy e as categorias nacionais.

Minha principal revolta se dá com o fato de que saindo do autódromo, em qualquer direção que se andar, não há nada construido! Essas instalações poderiam ser feitas em vários terrenos sem prejudicar a pista. Espero que construam um novo autódromo na capital fluminense e realmente acredito que o legado deixado pela Olimpíada será bom para a Cidade Maravilhosa e para o país.

Que venha o Rio 2016!!! Pois o automobilismo carioca já se foi há algum tempo.



Escrito por Léo às 13h15
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Terceiro lugar!

A estada em São Paulo tem sido muito boa! Deu para rever os amigos, aproveitar os pais e, de quebra, faturar um terceiro lugar na oitava etapa da Pró 500 na Copa SP de Kart da Granja Viana. Corridaça do narigudo Bruno Terena. Ele também deu sorte de um monte de gente quebrar. Com um kart bem ruim e um motor que não empurrava nem carrinho de bebê ladeira abaixo, só precisei completar a segunda bateria para garantir o terceiro lugar. A foto acima, aliás, foi feita pelo sósia do Prost.

Que venham as 500 Milhas 2009!



Escrito por Léo às 21h55
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Uma imagem vale mais do que mil palavras

Na minha modéria opinião, as imagens abaixo podem resumir todo o escãndalo volvendo Nelsinho Piquet e a alta cúpula da equipe Renault, entenda-se Flavio Briatore e Pat Symonds


Demitido após o GP da Hungria de Fórmula 1, Nelsinho - bancado pelo pai - foi à FIA e disse que a sua batida no GP de Cingapura, em 2008, foi proposital. Assim sendo, o brasileiro fez duas coisas de uma só vez: chutou o balde e deu um tiro no pé! Agora é esperar para ver o que vai acontecer com Piquet filho.

 



Escrito por Léo às 01h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Decepção

A Fórmula 1 prometeu lançar um jogo espetacular, com os carros já da atual temporada, as pistas super atualizadas... enfim, tudo para ser realmente O jogo de F1. Fantástico!

Pois bem, o jogo foi colocado em pré venda no site da categoria. Entrei na home do jogo para dar uma olhada, afinal estava ansioso para ver os gráficos. O que vi me deixou revoltado.

Os gráficos são péssimos! Parece jogo feito no começo dos anos 2000. Nem os "screenshots" são legais! Por enquanto só tem para PSP e Wii. O amigo Rafael Lopes acabou de me falar que os gráficos para PS3 e XBox 360 serão bem melhores.

Assim espero!



Escrito por Léo às 12h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



De volta à ativa

Algumas reflexões sobre a Fórmula 1 depois de muito tempo sem escrever nada aqui.

  • Os capacetes "comemorativos" que Rubens Barrichello tem usado ficaram muito bonitos e trouxeram sorte. Tanto em Valência, quanto na Itália o brasileiro não usou a pintura tradicional e venceu. Supersticioso como é, acho que deve seguir esta linha. O casco utilizado em Monza (foto) fico muito bonito

 

  • Outra coisa que me irrita são estes troféus padronizados do Santander. Nada contra o banco espanhol, mas, na boa, o Emilio Botín, presidente mundial do Santander, está dominando a Fórmula 1. Várias corridas (agora eu me lembro de Inglaterra e Itália) tem a instituição como principal patrocinador. E todos os troféus são o logo do banco, que é maneiro, mas para ser sempre assim, igual em todas as provas, cansa!


Escrito por Léo às 13h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



On the way to Neverland


Talvez Peter Pan tenha ajudado Michael Jackson a chegar à Terra do Nunca. "Segunda estrela à direita e direto até de manhã"

Vou escrever sobre algo que nunca me atrevi, mas não tem como não o fazer neste 25 de junho de 2009.

Como todos sabem, Michael Jackson morreu aos 50 anos após sofrer uma parada cardíaca em sua casa, na região de Beverly Hills, em Los Angeles. Cada tem uma opinião sobre ele, mas uma coisa é unânime, as músicas do cara são muito boas! Um crítico musical, que também é DJ (desculpa, mas não gravei o nome), disse em entrevista por telefone à GloboNews algo que é verdade: "Se você está tocando e a festa está morna, coloca uns dois ou três sucessos do Michael Jackson que a pista vai lotar".

Vendo (e revendo) as inúmeras homenagens e retrospectivas da carreira deste gênio, que começou com cinco anos, é impressionante como ele realmente parecia estar à frente de seu tempo e como músicas do fim dos anos 70 e começo dos anos 80 continuam atuais mais ou quase 30 anos depois. (De novo, não entendo de música. É apenas uma avaliação leiga)

Ninguém recebe o título de 'Rei' de qualquer coisa sem fazer por merecer, e Michael Jackson foi, e talvez continue sendo por muito tempo e com muitos méritos, o Rei do Pop.

Não vou entrar na parte dos escândalos, pois acho que - posso estar errado - ele merece ser lembrado pelos sucessos e pela genialidade, mas como Michael Jackson fez de tudo para não crescer, a famosa "Síndrome de Peter Pan", e inclusive chegou a ter um rancho chamado de "Neverland" - a Terra do Nunca do famoso desenho da Disney, onde as crianças nunca cresciam -, acho que agora ele, finalmente, chegou à sua "Neverland".



Escrito por Léo às 01h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Coincidência britânica


Espécie de cartão promocional do GP da Grã-Bretânha de 1950


Banner do GP da Inglaterra de 2009. Começo e fim da Fórmula 1 exatamente no mesmo local?

No dia 13 de maio de 1950 foi disputado o primeiro Grande Prêmio de uma recém criada categoria chamada de Fórmula 1, em Silverstone, na Inglaterra. 59 anos e 36 dias depois depois, no mesmo local, pode ter sido anunciado o fim do hoje gigantesco campeonato.

Estariam os deuses do automobilismo se manifestando de alguma maneira?



Escrito por Léo às 12h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



F-1 x F-1


Ferrari anuncia saída da Fórmula 1 (junto com McLaren, Renault, BMW, Toyota, RBR, STR e Brawn GP). Tempos difíceis e nebulosos virão

A Fota anunciou que as equipes que formam a entidade não correrão na Fórmula 1 organizada pela FIA em 2010. O "senhor-tenho-o-rei-na-barriga" Max Mosley quer impor um limite de gastos de £ 40 milhões, algo em torno de R$ 130 milhões. Mas isto, apesar de absurdo, já que atualmente as equipes gastam cerca de R$ 1 bi, não é o pior. O presidente da FIA quer limitar o desenvolvimento técnico das equipes que gastarem mais do que este valor e dar privilégios no desenvolvimento para as escuderias que acatarem o teto orçamentário.

A 'gangue dos times rebeldes', liderados pela Ferrari, vai fazer um campeonato independente. Agora, me diz uma coisa, o que é a Fórmula 1 sem os carros vermelhos e McLaren (além de Renault, RBR, STR, Toyota, Brawn GP e BMW)? Desde que me entendo por gente, quando penso em Fórmula 1, penso em Ferrari e McLaren, assim como quando penso nas equipes, penso na categoria. Uma não vive sem as outras.

Vai ser muito estranho ver um campeonato sem as duas principais equipes da história da Fórmula 1. No fundo, a sensação que eu tenho é que a Fórmula 1 está brigando consigo mesma. Isso não é bom e todos devem sair perdendo.



Escrito por Léo às 01h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]